Exposição de Scliar e os empréstimos para a mostra | Galeria de Arte André

Tipo de Obra


Tamanho


Orientação


Tema


Cor predominante



29/06/2020

Exposição de Scliar e os empréstimos para a mostra

O projeto Monográficas ganhou sua primeira edição com a mostra atualmente em cartaz na Galeria de Arte André, dedicada ao gaúcho Carlos Scliar (1920-2001). Com cerca de 30 obras, entre pinturas e gravuras, o recorte serve para atestar a relevância e a consistência de um artista hoje não tão colocado em destaque e que tinha estreitos laços com o espaço – ganhou individuais em cinco oportunidades (1979, 1983, 1985, 1989 e 1995).

Para dar mais profundidade à exposição, a curadoria obteve empréstimos de coleções particulares. A mais importante peça exibida nessa modalidade é Natureza-Morta em Movimento (1971), que pertenceu ao empresário Adolfo Bloch (1908-1995) e hoje faz parte do valioso acervo da Coleção Ivani e Jorge Yunes.

“A Coleção Ivani e Jorge Yunes tem como prática o empréstimo de seu acervo para exposições em instituições museológicas e galerias de arte. Formada ao longo de cinco décadas pelo casal Ivani e Jorge Yunes, possui peças das mais variadas tipologias, feitas entre o século 4 a.C e meados dos anos 1970. Muitas das obras advêm de coleções importantes, como a de Yolanda Penteado, Pietro Maria Bardi e Adolpho Bloch. Bloch era, por sua vez, o antigo proprietário da casa que hoje pertence aos Yunes e abriga a coleção”, informa nota enviada pela coleção. “A obra de Scliar, cedida para esta exposição na André, há anos não era exposta.”

Além da pintura dos Yunes, foram emprestadas de coleção particular três gravuras resultantes de tiragem feita por ocasião da grande retrospectiva dedicada a Scliar no MAM Rio (Museu de Arte Moderna do Rio), em 1970, inclusive um expressivo autorretrato.

O projeto Monográficas dá continuidade às novas perspectivas e abordagens sobre o acervo e a história da Galeria de Arte André, sedimentados no livro comemorativo de 60 anos do espaço, lançado em dezembro passado. O programa tem organização de Mario Gioia e em suas próximas edições terá curadores convidados, que revisitarão as produções de nomes como Clóvis Graciano (1907-1988), Enrico Bianco (1918-2013) e Iracema Arditi (1924-2006). A mostra atual segue em horário e condições especiais de visitação até 04 de Julho.

Quero receber novidades
Preencha o campo Nome e Sobrenome corretamente.
Preencha o campo Email corretamente.