Viagens para amantes de arte e vinho | Galeria de Arte André

Tipo de Obra


Tamanho


Orientação


Tema


Cor predominante



26/08/2020

Viagens para amantes de arte e vinho

    Tão antigas quanto a civilização, a criação artística e a produção de vinho têm gerado bons encontros. Vinícolas estão investindo em arte em projetos muito bem-sucedidos. Parques de esculturas, coleções, espaços expositivos, projetos de land art e galerias estão ganhando espaço nos destinos de enoturismo e entrando para a lista de desejos de um outro público viajante - os colecionadores de arte.

    Listamos algumas vinícolas que constituíram coleções tão bem organizadas que se tornaram referência como instituição de arte. É o caso do Château la Coste, onde a famosa Spider, de Louise Bourgeois (1911-2010), repousa sobre um espelho d'água que também reflete as videiras no horizonte. A coleção também tem esculturas de Calder e do brasileiro Tunga.

 

"Spider" de Louise Bourgueois

 

Escultura de Alexander Calder em espelho d'água

    Outra vinícola que entra para esta lista é a Commanderie Peyrassol, também na região da Provence. A propriedade medieval foi fundada no século XIII por cavaleiros templários, depois tornou-se vinícola e agora é um hotel de luxo cercado pelo principal parque de esculturas monumentais da Europa. Reúne obras de mais de 50 artistas, como Venet, Vasarely, Frank Stella, Jaume Plensa, Jean Dubuffet e Vladimir Skoda. Os entusiastas da arte contemporânea Philippe Austruy e Valérie Bach, que dirigem uma galeria em Bruxelas, quiseram fazer do Peyrassol um espaço dedicado à arte contemporânea onde as obras, em simbiose com um ambiente excepcional, ganham plena dimensão. 

 

"Sphères" de Vladimir Skoda

    Outra coleção indefectível pertence a The Donun State, na Califórnia. São 40 esculturas ao ar livre, em grande escala. A coleção reúne uma comunidade global de artistas, incluindo obras de Ai Weiwei, Keith Haring, Subodh Gupta, Doug Aitken, Elmgreen & Dragset, Yayoi Kusama, Jaume Plensa, Botero e Marc Quinn. Espalhadas pela paisagem, cada peça joga com a escala, a natureza e a imaginação. A interpretação é deixada para o visitante e a perspectiva é totalmente pessoal. Muitas peças foram selecionadas em colaboração com os proprietários de Donun e o artista, criadas exclusivamente para se adequar ao terreno.  

"The Care of Oneself" de Elmgreen & Dragset

"The Architecture of life" de Marc Quinn

"Zodiac Heads" de Ai Wei Wei

    A vinícola Leo State, na península australiana de Mornington, possui uma coleção muito interessante com 60 obras, a maioria de grande escala, com artistas australianos e internacionais. O Leo Estate Sculpture Park tem obras de George Rickey, Tony Cragg, Inge King, Boaz Vaadia, Tomnakatsu Matsuyama, Barry Flanagan, Julian Opie, Bruce Armstrong e Lenton Parr. Com um programa de aquisições futuras e obras comissionadas, o parque continuará se desenvolvendo nos próximos anos.

Escultura de Tony Craigg, em PT Leo State na Austrália 

"Laura" de Jaume Plensa

 

Fontes: 

https://chateau-la-coste.com/en/artists-and-architects/

https://www.peyrassol.com/l-esprit-de-la-collection/

https://www.thedonumestate.com/art

https://www.ptleoestate.com.au/sculpture-park/

 

 

Quero receber novidades
Preencha o campo Nome e Sobrenome corretamente.
Preencha o campo Email corretamente.